Somos Momentos

m2

O alívio e o frescor dos nossos dias baseiam-se em como vivenciamos nossas escolhas sob o regimento de nossas atitudes. A alma deve estar livre, para ver com calma o que os olhos perturbados pelo barulho do cotidiano não lhe permite.

Observas aí, a primavera já chegou e tu nos teus caminhos para o labor nem te dá contas de que tens 21 Ipês entre roxos, brancos e amarelos em seu trajeto, como podes? Dar-te-ia 21 motivos para observá-los, mas de nada adiantaria. O cansaço contínuo de teu corpo o faz desfalecer encostado todo santo dia na janela do coletivo.

Tu ainda estuda em teus sonhos viver grandemente, acordar com os dois pés no chão e caminhar um milhão de passos à procura de realizar teus sonhos pelo caminho, mas ao invés disso, acaba por ai acordar com os dedões dos pés aprumado enquanto tua mente busca ilusões já realizadas. Tu nem sequer sente a emoção de viver, sabes o que é isto? Conquistar seus objetivos com o coração treinado, palpitante, no decorrer dos altos e baixos da vida ou pelo choro da tristeza e da alegria.

Tu nem consegues perceber a quantidade de pássaros lá fora, nem sequer enxerga a felicidade estampada no rosto daquele garoto que vende pães sob a bicicleta às terças e quintas. Nem percebes que o Sol visto lá do alto da rua dezenove de fevereiro é mais bonito. Se tu quiseres mesmo, todos os dias quando o coletivo passa por ali, mesmo que por entre as janelas apertada consegues enxergar o tamanho da gema avermelhada acalorando toda a cidade lá embaixo. Sabia que o exercício de olhar para o Sol todas as manhãs e recitar aquela singela oração te fortalece os ânimos?

Sabes, a pessoa com quem sonhas em pertencer aos teus dias pela eternidade, por duas vezes, veja bem, por duas vezes sentou ao seu lado, sabia disso? Emprestou até teus ombros enquanto você dormia. Queria te contar antes, mas você estava em coma com teus míseros problemas, sempre esteve com sono, mórbido, cheio de canseiras de uma vida que ainda nem começou.

Acreditas tú que uma vez já fui preso ao meu corpo, assim igual a tí, mas hoje, estou por aí bailando de novo, por isso te digo meu amigo, somos mais por não ser nada e nada por sermos simplesmente tudo. Consegues entender o que quero lhe dizer? Acorde meu caro, deixe fluir a energia por seu corpo, troque estas faixas de músicas melancólicas, abra mais a cortina do quarto, melhor, deixa-a aberta para que o Sol te visite primeiro antes de qualquer um.

Desperta-te deste teu sono de preguiça. Chega de olhar a vida pelo rodapé da condução, não te olhes apenas de um ângulo para não perder a geometria da tua vida, pois ela é mais que uma mera fantasia. A vida é mais acima é muito mais além dessa janela. Vivemos de momentos e, somos momentos então porque perdê-los sem arriscar a sorte em algo maior? Quantos momentos excelentes deixamos de participar por estar dormindo na melhor parte da vida? É tempo de tornar seus momentos inesquecíveis. Tente, ao menos tente!

Robson Joaquim

* * *

Anúncios

24 comentários sobre “Somos Momentos

  1. Lendo, acabei percebendo a insensatez que cometo todos os dias em apenas “existir”. Quantos de nós não fazemos isso, não? Programamos a vida, ou tornamo-as mecanizada demais. Simplesmente o existir, o passar mais um dia, sem realmente encontrar a felicidade. No caso, a verídica. Achamos que a felicidade está em todas as futilidades diárias que almejamos para o futuro, e nos esquecemos que está nas belezas presentes, que simplesmente insistimos em cegar os olhos para elas. A felicidade está em um mero sorriso diário, em um abraço reconfortante, no balançar leve das árvores, nas pessoas ao nosso redor, enfim, nas pequenas coisas das quais, pelo desejo cego pelo futuro, deixamos ser um passado despercebido. Viver está no friozinho na barriga que sentimos ou na alegria da vitória depois de muita luta? Está. Mas repito: está no pouco do cotidiano que deixamos de notar.
    Perdão pelo longo comentário, mas seu texto me inspirou a refletir e acabei falando demais. rs

    Curtido por 2 pessoas

  2. Helio meu caro, muito obrigado por seu carinho. Hora de virar o jogo! Abrir a janela, escancarar mesmo, Começar o dia agradecendo primeiro e pedindo orientações para o dia, levantar colocar os dois pés no chão no chamar do dia e percorrer 1milhão de passos se necessário for e alcançar o que almeja. Estamos juntos! Bora VIVER! Precisando de alguma força estaremos por aqui, sempre! Um forte abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s