A apenas alguns passos

Que surpresa boa. Entre, puxe uma cadeira, aceita um café? Não se acanhe, fique à vontade. O ontem já passou, esqueça. Quero apenas lhe dirigir algumas palavras, dividir contigo um conselho de amigo mesmo. Não faça mais isto. Não! Nem sempre temos a razão, acredite! Não adianta levantar-se e sair por aí tropeçando no próprio orgulho, Não queira sacudir as migalhas da toalha com os pães frescos ainda sobre a mesa, derrubando palavras árduas por ai, não combina com a poesia da vida. Por favor, escute seu velho amigo, literalmente dê alguns passos atrás, não precisa te levantar, faça o aí mesmo dentro do seu quociente onde você é o seu próprio juiz.

Quero que você olhe nos meus olhos, observe neles as tuas ações. Saiba que até mesmo um grande pintor quando termina um quadro, afasta-se dele alguns passos e observa se as cores estão em harmonia, é preciso haver harmonia em tudo o que se faz, se não tudo se perde, uma flecha só pode ser lançada se puxada para trás, compreende? É com alguns passos atrás que enxergamos a obra como um todo, é onde percorremos os mesmos caminhos mas, desta vez confiantes e com o aprendizado necessário para chegarmos do outro lado. Com esses mesmos passos enxergamos as nossas ações, o nosso comportamento e percebemos o que deixamos perdidos no meio do caminho o perdão, a paciência, a humildade e em troca carregamos às pressas o orgulho, a razão e a impaciência.

As vezes é preciso percorrer velhos caminhos, com mais calma. Diz o ditado: Se a vida lhe repetir algumas situações é porque ainda não aprendemos a lição que devíamos aprender nesta vida. Reveja tuas obras e o que estás a fazer da vida? É preciso ter muita coragem para dar alguns passos atrás e então voltar com o aprendizado necessário e recomeçar uma nova aurora. Estenda os braços, pratique o amor, perdoe. Não seja apenas mais um destes que explodem a razão por ai por favor. Não!

Há quanto tempo nos conhecemos? Somos uma família poxa, Percebes? Que orgulho todo foi esse? É momento de perdoar, não carregue tanto peso nas costas, pra quê? Caminhe leve, mantenha a vida polida pelos aprendizados cruciais para uma jornada de paz, tenha em mãos os antídotos para quaisquer males que a vida te apontar, chore se for preciso para lavar a alma. Saudade, quantas receitas existem? Uma delas é trocar o orgulho pelo perdão, poderia te listar aqui inúmeras destas receitas, escritas pela experiência da vida, mas te digo apenas uma: Volte alguns passos atrás. Amanhã pode ser tarde, aproveite o agora.

Pela manhã, a terra recebe o Sol assim como o frio, mas ela os recebe. Então porque não haveria de receber seu perdão logo nestas primeiras horas da manhã? Sim, estás perdoado!

Mais café? Temos alguns biscoitos caseiros, acabaram de sair do forno, Aceita?

Texto escrito ao som de Magic – Bruce Springsteen – Album Magic de 2007

***

Anúncios

21 comentários sobre “A apenas alguns passos

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s