Em 2015, Imagine!

988092906b3e7053f6b42605f8620a1d

O tempo dura o bastante para aqueles que sabem aproveitá-lo, mas também passa muito rápido, como um “tirim de espingarda“, ou num “piscar de olhos” é “vapt-vupt“. Pronto! Contagem regressiva para fechar mais um ano graças a Deus.

Se foi bom ou excelente você julga! Mas não lhe permito deixar uma terceira opção, não fale que foi ruim ou péssimo de maneira alguma, pois você está vivo, respirando e é impossível você não ter sorrido uma vez sequer neste ano. Lembra ai vai, puxa no fundo da sua memória quando foi o que você sorriu gostoso pela última vez?

E o aprendizado? O que se está carregando de lição para o próximo ano? Quais desejos, quais sonhos (mesmo que adiados de anos anteriores). Impossível você entrar em 2015 de mãos abanando, ou se não for entrar de mãos dadas com um novo amor ou aquela pessoa que você escolheu para viver os dias até a eternidade que seja então contigo mesmo, lhe permita abrir os braços bem alto e receber o caloroso brilho das estrelas e os bons ventos do norte.

Tentativas? Cansado delas? Cansado de tentar e errar, tentar outra vez e errar mais feio ainda? Ora, o Brasil vem tentando estar entre as grandes listas de melhor isto ou aquilo há séculos e ainda estamos aqui, avançando em passos de cágados. Por que nossa vida seria diferente? Devemos aprender com nossos erros para então seguir adiante.

Por isso, desejo a você e a mim um montão assim ó de leveza no próximo ano, um tanto não! Que seja um ano inteiro muito leve para todos nós, use e abuse da sua imaginação, mas veja bem, não estou pedindo menos trabalho, mais feriados, menos afazeres e ou compromissos com prazos mais suaves, nada disso!

Eu só quero que vá para bem longe o peso inútil das picuinhas que em nossa vida grudam feito carrapatos famintos, então, libertos de tanto fardo e bobagens do dia a dia, estejamos cada vez mais leves para caminhar pelo novo ano que se aproxima, logo ali à frente. Imagine como deveria ser e busque-o.

Ah! Como seria o ano que imaginamos? Que aqueles insultos a nosso respeito junto com as desmoralizações se percam na brisa fresca e franca da esperança, que todo o mal desista de nós de uma vez por todas, que a secura dos reservatórios suma assim como o espírito de desperdício do grande povo, e as balas perdidas? Que elas continuem perdidas rodeando o nada até que se cansem a ponto de se tornarem insignificantes e inofensivos pedaços de chumbo exaustos do disparo.

Imaginemos que a violência e o desrespeito para com nossos semelhantes se dissipam no espaço neutro, que tomem uma bordoada dos bons modos e uma surra da paciência, imaginemos os vizinhos chatos, ignorantes sendo agraciado com a sabedoria e a sutileza da humildade.

E, sobretudo, eu desejo profundamente. Porque com vontade rasa não se realiza nada, que a gente sonhe, e sonhe muito mesmo, Juntos. E se o sonho não virar realidade, que a realidade vire sonho! Tenha um Ano Novo bem ali cheinho de esperanças. Vamos a ele. E com vontade e determinação conseguiremos escrever boas histórias e com certeza a gente se vê por lá.

Obrigado pelo carinho de sempre, a você e sua família um espetacular 2015! A gente se  vê por aqui!

Anúncios

3 comentários sobre “Em 2015, Imagine!

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s