O MONSTRO BRANCO

typewriter8
Nada mais me assusta do que estar diante de uma folha em branco, seja numa simples folha de papel ou uma página do Word no notebook. A simples visão daquele vazio cândido e desprovido de qualquer ideia ou expressão de fato me assusta muito.

Sou daquelas pessoas que necessitam escrever, expressar-se através da escrita, basta estar mergulhado no mar calmo através da apatia e ausência de conteúdo para me deixar revolto, com ondas de ideias e tempestades de emoção.

Escrever para mim é uma mania que me consome, desde muito cedo sempre gostei de escrever, e sempre escrevo assim que posso, seja no avião, ônibus, no carro, durante o intervalo do almoço ou até nas madrugadas, ainda não é uma profissão, mas gosto de me expressar.

Claro que algumas ideias são mais fáceis de serem escritas outras vem te despertar lá no final da madrugada, e é hora de deixar sempre um bloquinho de notas do lado da cabeceira fingir ir tomar água e aproveitar e esvaziar a mente com fúria nas notas. Coitada da caneta.

Expressar-se em um texto é deixar um pouquinho de você nele, dividir-se com outras pessoas, na esperança de que alguém em algum lugar tenha a boa vontade de saber o que você tem a dizer, afinal, textos são feitos para serem lidos.

É exatamente ai que a batalha começa a luta contra a própria insegurança de saber sobre o que e como escrever, pois não existem tópicos definidos e tudo o que importa são suas próprias concepções, minhas experiências e minha lição com a vida.

Quando se critica uma crônica se critica também o cronista, pois ambos são um só, e conforme penso sobre todas as coisas, sentado à frente da pagina em branco do meu Word, vejo aquela pagina vazia crescer, transformando-se em um enorme monstro branco, pronto para julgar não a minha competência como escritor, mas também tudo o que sou.

Assim me digladio com meus próprios demônios a cada palavra escrita, vencendo aquele monstro vil, dominando com minhas vontades e pensamentos enquanto preencho aquela pagina em branco, tudo o que penso e o que mais desejo nas minhas escritas, é algo que valha a pena ser compartilhado com você.

Obrigado por sua leitura, hoje e sempre!

Anúncios

2 comentários sobre “O MONSTRO BRANCO

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s