Perpetuemos a juventude

Acordar, olhar no espelho e ver que o tempo passou numa breve reflexão de vida daquelas bem rápidas sabe? Pois é, os dezoito anos já ficou para trás muito tempo, uma auto avaliação entre um suspiro longo e demorado nos faz refletir qual o nosso poder.

Exatamente ali, olhando fixamente para os meus olhos no reflexo do espelho, tomei a mais pura das decisões: Envelheça quem e quando quiser. Mas eu não. Decidi que a partir de hoje desafio a senhora do tempo, e tomo controle total da minha cronologia, chegam de fadigações, tremulações e palidez comum no avançar da idade, quero ser jovem eternamente.

Apago dos dicionários a maturescência, a emburrecência e senescência, pronto! Já não existe mais, afinal ser criança é assim empilhar as brincadeiras mofadas e chatas num baú velho e triste e partir para novas e empolgantes aventuras.

Os sonhos precisam abranger todas as gerações, não podemos mata-los assim que nos tornamos adultos, o sonho de amar bonito, cuidar de passarinhos filhotes, beijar suave a pálpebra do (a) namorado (a), Fazer amor como quem brinca de roda na rua e fica com a cabeça tonta de tanto rodar, ter seu próprio jardim e cerca-lo com palitos de sorvete para que nenhum réptil o destrua.

Ser jovem de espírito e saúde, despertar os desejos mais ocultos, suspirar fundo, presenciar todas as espécies de pássaros, convidar o beija flor a vir na janela todos os dias. Muitos ideais precisam ser costurados aos nossos sonhos. Ah quem aconselha que as fantasias voem soltas, gratuitas e despretensiosas, a imaginação linda e translucida, flutuando no ritmo das gaivotas.

Não adianta você achar que dos céus cairá todos seus sonhos, terá que batalhar para conquistar o seu caminho e desenhar sua trajetória. Nosso poder é aquilo que concebemos, nós estamos no controle da vida. Que tal parar de ser chato, azedo com a vida, reclamão, resmungão, porque se estiver disposto a tomar vacina contra rabugice e as penumbras da rotina, como eu já tomei, asseguro que há alguns postos de vacinação aí mesmo no bairro onde mora.

Hoje você tem altura, olhar sério, idade e compromissos de quem já possui CPF e RG, carrega nas costas um trabalho, milhares de tarefas chatas e vazias à sua espera todos os dias, mas qual razão de viver tão cinzento, neutro, isolado? Vamos congelar a juventude? Não vai dizer que não dá para crescer e continuar a ser criança por causa dos bandidos ou da corrupção alarmante do país, do cinismo político, parou de colecionar coisas boas? Onde está o velho sorriso? Chega! Faremos um pacto de alegria, pois o grande sabor da vida consiste em conservar a saúde e energia das nossas crianças, tanto a de fora quanto a que brinca sem fadiga dentro do nosso coração.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s