O tempo do Homem

corrida

O homem criou seu próprio tempo, cronometrou os minutos, fracionou segundo, fatiou o tempo em fuso horário e mesmo assim ainda busca o tempo perfeito. Tempo é dinheiro! É o verbo usado para justificar desperdícios naquilo que não se teve sucesso.

Faz uso do tempo para transportar sua força aos maquinários, robóticas se por assim dizer, o homem tornou o ser “pensante”. Mas para tal feito na humanidade esqueceu de que o sucesso só vem depois de muito esforço, e quando falamos em esforço não se trata em fazer algo em menor tempo, o tempo do homem.

A necessidade de ter lucro em tudo que se faz, o homem é capaz de acelerar o seu tempo, produzindo fórmulas que fazem com que o gado engorde em poucas semanas, logicamente poderá ter sua recompensa num curto espaço.

Derruba milhares de árvores no intuito de estocar a melhor madeira para quem pagar mais por elas, mas depois de derrubadas não se tem tempo de esperar que a árvore cresça com a mesma qualidade é preciso buscar outra mata virgem que tenha a mesma qualidade daquelas centenárias.

Deixou Deus ao homem a sabedoria, capacidade de raciocínio que o diferencia de todos os demais seres, além de recursos para sua sobrevivência, Já imaginou a quantidade de rios, lagos, riachos, ribeirão que há cortando por essa terra a fora? Quantos deles ainda estão intactos?

Deixou também ao homem um dos seus maiores mistérios, o universo que agora o ser pensante polui com toneladas e toneladas de lixos espaciais, restos de seus brinquedos bilionários em busca do desconhecido.

O avanço das tecnologias ainda destrói a camada de ozônio aos poucos, mas ainda não é interessante uma fonte de combustível ecologicamente correto, ainda há muito petróleo no planeta, alguém tem que lucrar com isso.

Tudo hoje possui data de validade, lembro-me que quando eu era criança, creme dental não tinha validade, leite era entregue em litros e tinha que ser fervido para não estragar, pois geladeira era um artigo de luxo.

Ah! E quando o leite estragava minha avó ainda fazia uma broa danada de gostosa, o iogurte, a massa de tomate e outros produtos que vinha em embalagem lacrada não tinham validade, e a assim a gente crescia comento um monte de “porcarias”. Lá na roça lavar fruta era coisa rara pois pegávamos diretamente do pomar e já consumíamos por ali mesmo, e a manga então? O caldo escorria pelo braço e ia pingar lá no cotovelo, e sinceramente sobrevivemos!

Difícil de acreditar que a humanidade “evoluiu” tanto. Será que ainda há grandes descobertas a serem feitas pelo homem? E a que tempo? O Sol e a lua ainda seguem sua perfeita harmonia desde o princípio, agora, já a terra está corrompida pelo homem que se iludiu em seu próprio tempo, no tempo do homem.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s