O que você faz para mudar?

World

por Robson Joaquim

É um absurdo o quanto escutamos corredores a fora que este problema não é meu, mas da empresa, ou isto não é comigo, é responsabilidade de fulano, mas quem valida e cicrano. Não é? Sabemos que cada um tem seu espaço dentro da sociedade em que vivemos e o que presenciamos é a falta de vontade em agir, aquele impulso que o motiva a fazer algo pelo bem de todos.

Sair da zona de conforto é o que precisamos. Isto em qualquer área de nossa vida, às vezes por comodismo ou costume com o “básico” nos acomodamos com o que achamos suficiente para nós, e digo mais: Exigimos total esforço dos outros quando somos o “cliente” na história.

São cada vez mais raros os exemplos apanhados dentro de uma sociedade, e olha que acredito que pode haver salvação, um belo exemplo é um papel de bala no chão carregado pelo vento. Quantas pessoas passam despercebidas ou se fazem não enxergar pelo simples papel no chão? Mas, eis que surge uma luz no fim do túnel, um cidadão preocupado com a desordem no sistema local e acaba apanhando o papel e jogando no lixo mais próximo. Este espécime está em extinção.

Outro exemplo: A prefeitura, ou o Estado também tem sua parcela de culpa quando uma cidade com um orçamento considerável, com toda a infraestrutura não da conta da limpeza urbana. É típico do comportamento se eximir de qualquer culpa, “bem a culpa é do governo federal que não repassa as verbas devidas”, pode ser, mas a competência e a responsabilidade são suas para que isso ocorra.

Se tiver menos recursos financeiros nem por isso a limpeza urbana pode ser deixada de lado. Não há caminhões suficientes, avise a população sobre tal necessidade, alterne dias de coletas, sempre há uma solução, menos para morte. As pessoas que acreditam que um problema possa ser resolvido tendem a trabalhar para resolvê-lo.

O impulso para tomar tais atitudes é o que falta no ser humano, poucos quebram essa barreira e fazem da sociedade, sua família ou local de trabalho um lugar melhor a cada momento. As desculpas sobre quaisquer coisas são tão naturais no ser humano que acaba se tornando habito.

Também o medo à reação dos demais diante de nobres atitudes, faz com que muitas pessoas se abstenham de atitudes impares. Fazer seu trabalho com dedicação, senso de urgência, superar as expectativas em tudo que fazemos faz parte de nossa evolução como humanos.

Bons conselhos, uma rápida e direta orientação também é natural do ser humano, isto nasce com a gente, o que precisamos é despertar essa vontade, de incomodar com o básico e fazer melhor, agir melhor na nossa história. Chega de desculpas, haja de forma diferente, assuma seus erros e abrace suas responsabilidades.

Então qual a desculpa agora? O que você faz para mudar?

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s