Osasco e o outro lado do rio

granizo

por Robson Joaquim

Sobre o temporal que caiu esta semana, sabe o que me deixa realmente entristecido com minha cidade Osasco? Principalmente no que diz respeito à zona norte da cidade, em minha opinião é de que este lado de Osasco é esquecido pela gestão, formandoassim um lado desenvolvido e outro pouco desenvolvido, separadosapenas por um rio.

Bem, mas a zona norte dispõe hoje de novos hospitais, creches, escolas que antes não tinha, e daí? Ainda é muito pouco, se comparar com os investimentos nas demais regiões da cidade. A zona norte está parada no tempo, entendemos que as ações da natureza são imprevisíveis, porém por que não se precaver? Os piscinões jamais deram conta e está mais que comprovado que não resolveu o problema, pode minimizar, mas não resolve. É necessário fazer um projeto minucioso para colocar esta região dentro do tempo atual.

Por ventura, investir em saneamento básico, drenagens e educação da população neste caso é achar que está jogando dinheiro fora? Eu não acho. Faz-se necessário um projeto longo que deveria ser respeitado por cada prefeito em sua gestão.

Desde que me entendo por gente conheço aquela região, e sinceramente nada mudou, apenas trocaram a iluminação branca para a amarela e algumas vias receberam nova massa asfáltica, um absurdo realmente. Apesar das promessas e mais promessas da política atual em atuar na região, como cidadão de Osasco não tenho visto tantos progressos.

Não incomoda as notícias do dia seguinte? “Osasco alagou”, “carros debaixo d´água”, “rio que transbordou”, e os apelidos carinhosos como “Veneza de Osasco”.Com um trânsito infernal de helicópteros, fazendo do caos de Osasco um verdadeiro Big Brother. A pergunta é: até quando? Uma cidade com um dos maiores orçamentos do país enfrenta um problema tão antigo como este?

Recentemente a Prefeitura de Osasco lançou uma campanha educando o cidadão osasquense, com a campanha “Osasco é nossa casa, ajude a preservá-la”, belíssima campanha, quem roda pela cidade percebe que está muito mais sinalizada e a impressão são de menos radares, as ciclo faixas mesmo que trancando todos os retornos aos domingos, a população aprovou, mas não podemos mostrar só a parte cheia do copo, é necessário abraçar toda a região de Osasco incluindo elas sobre seus indicadores e projetos. E concluí-los.

É necessária atenção especial às regiões críticas da cidade, incluir nos projetos de gestão um programa de melhoria contínua na região norte, aliás, sua população está sofrendo desde muito tempo com as enchentes e com a gestão de nossa cidade, quem ganha mesmo com o ibope é a maravilhosa Cidade de Osasco que, a cada temporal “o outro lado do rio” é manchete garantida nos principais meios de comunicação. Lamentável.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s