Por que não o mais simples?

 

Image

por Robson Joaquim

Não podemos negar que buscamos diariamente certo conforto para nossa existência e de nossa família, para isso levantamos cedo e às vezes submetemos a jornadas extras de trabalho em prol daquilo que consideramos qualidade de vida.

Embora que imprevistos do cotidiano sempre mudam o leme do barco que gostaríamos que seguisse a todo vapor no rio da prosperidade, nunca levamos em conta que o excesso de conforto é um grande vetor de transtornos que poderiam ser evitados. Não deveríamos ser pobres nem ricos na hora de enxergar nossas possibilidades, mas sim pessoas sábias que buscamos o melhor para nós. Devemos ter em mente que o sossego e a saúde vêm em primeiro lugar.

Vivemos para trabalhar ou trabalhamos para viver? Esta velha pergunta sempre nos visita, no entanto enxergamos lá fora uma competição desnecessária, seja comprando um carro do último ano em suaves prestações para mostrar simbolicamente uma evolução na sociedade, ou roupas caras em shoppings centers distantes da cidade apenas para ver pessoas diferentes, ou pagar mais caro por uma mesma refeição.

Pessoas que levam uma vida mais simples normalmente têm menos dor de cabeça, possuem dinheiro para as necessidades e o olhar comum das outras pessoas. Não compram para mostrar que são melhores que os outros apartir de bens materiais.

O aprendizado não é deixar de lado seu entusiasmo pelas coisas boas, mas sim analisar se elas não estão te constituindo numa dor de cabeça que poderia ser dispensada. Sempre buscamos o melhor, mas percebe-se que planejamento é o que falta em muitos lares, muitas pessoas compram e compram e não se programam, endividam-se constantemente, às vezes suprem alguma refeição porque está engasgado com dívidas.

Diz um ditado que tudo me é lícito, mas nem tudo me convém, pura verdade, um dia poderá ser nossa se nos programarmos para tal, há muitas pessoas que vivem muito bem com o mínimo e, no entanto fazem cruzeiros nas férias, vão a parques temáticos e até para o exterior porque se programam para se sentir bem com a sua família e sem dívidas, não criam rugas de preocupação com que os outros falam do local onde mora ou de seus bens materiais.

Gaste menos do que recebe, ou seja, apenas o necessário e o que estiver dentro do seu orçamento, poupem pouco, mas não deixe de poupar, reserve dinheiro para situações de emergências e não deixe de curtir com sua família com a ideia fixa de guardar e guardar dinheiro sem um objetivo maior. Abuse da sabedoria, pague seus compromissos em dia e viva feliz.

A paz e o sossego não tem preço, viva por você e por sua família e jamais te preocupe com inveja de terceiros. Por que não levar uma vida mais simples? São coisas simples que fazem a vida valer a pena! Um feliz 2014.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s