O novo vocabulário político

01

por Robson Joaquim

A gigantesca manifestação ocorrida alguns meses atrás, foi detentora de um grande volume de frases e cartazes com manifestos à impunidade política elaborada pelo criativo povo brasileiro, e não é que já está sendo adaptada no vocabulário político na televisão?

Agora os partidos parecem estar do lado do povo, melhoraram seu discurso cansativo e sonolento, temperando agora com as frases do tão sofrido povo, como: “Vamos para a rua!”, “Para frente Brasil”, “Chega de partidos políticos”, ”Justiça!” entre outras, deixando camuflado o famoso “por uma saúde melhor”, “por uma segurança ou qualidade de vida melhor” de lado.

Puramente estratégico, na verdade, a ida do povo as ruas fez com que balançasse toda a estrutura política do país, arrisco a dizer que as próximas eleições será um tanto difícil para qualquer cargo público, o povo está cheio de hematomas de um governo duro, e promessas abandonadas.

Com toda certeza a resposta virá nas urnas, assim esperamos. Já é difícil achar candidatos a quem você poderia confiar seu voto, é praticamente um voto na legenda ou no próprio partido. As propostas de campanhas são todas iguais, idênticas em todos os partidos. O que se vende ao povo são seus candidatos com gel, ternos e gravatas muito bem alinhados e maquiagens à francesa, porém não conhecemos seu histórico de vida, não sabemos sua formação, suas qualidades e seus defeitos o que seria ideal o povo saber antes de conceder o voto de confiança a um cargo político.

Isto deveria ser igual a uma empresa, quem em sã consciência contrata alguém para ocupar um cargo dentro dela sem conhecer seu currículo, suas habilidades? Por isso é feita uma entrevista antes, claro que não se pode saber tudo de uma pessoa em tão pouco tempo, agora você imagina deixar nas mãos de estranhos uma responsabilidade de no mínimo quatro anos?

O político para ser um representante do povo, deve ser gente igual à gente, que pega condução pública, enfrenta o calor do dia, horas em fila de espera, utilize da saúde pública, para saber politicar junto ao povo é necessário que sinta na pele o seu suado cotidiano, só assim dará conta de quão longe estamos da realidade, não que riem do povo com seus personagens e números absurdos de chapas.

O novo vocabulário político, pode até ser um reflexo inovador de campanha ou uma jogada política em dizer ao povo exatamente o quer ele quer ouvir, porém de uma coisa é certa, o povo está cansado de alguém repetir em campanha a imensa lista de obrigações políticas de que o povo necessita. O que precisamos de fato é de alguém competente que o faça, não se deixe aproveitar das movimentações do povo para se candidatar, o povo não está mais dormindo, tem o poder do voto nas mãos e responderá a altura nas próximas eleições.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s