O sonho da Paternidade

Paternidade

por Robson Joaquim

Observando a juventude de hoje, eles acreditam que serão pais bem melhores quando tiverem seus próprios filhos. Eles não percebem a difícil situação que passam como adolescentes, é extremamente normal que pensem “Quando tiver meus filhos vou agir diferente”.

Em suas perfeitas e ingênuas concepções do futuro, eles chegam a se ver como “pais perfeitos” amigo, amorosos e, sobretudo se idealizam como compreensivos sempre capazes de entender perfeitamente situações dos filhos e assim, ajudá-los da melhor maneira possível.

Dentro de suas mentes sonhadoras, acaba visualizando situações futuras, perfeitas, sem conflitos, mais liberdade, maior autonomia de sua vida, algo que se não teve quando vivenciou a sua fase, por terem pais controladores, marcação cerrada, superprotegida e assim por diante.

Isto é, acabam por ver apenas o lado romântico da paternidade, um lado quase sempre isento de responsabilidades e não muito diferente daquela brincadeira de casinha quando mais jovens. Mas o que acontece? O tempo passa, assim como a juventude os antes jovens, são agora adultos que precisam encarar as alegrias e tristezas da maturidade, alguns entram nesta fase bem antes que os demais colegas adiantam suas fases da vida, com o tempo muitos se tornarão pais e mães e se veem obrigados a deixar aquela visão de “pais perfeitos” no passado, guardados naquele lugarzinho especial, juntamente com os nossos sonhos juvenis.

Quando se assume o manto da paternidade suas propriedades da vida mudam drasticamente, deixa-se o estilo de vida egoísta e passa a viver por mais alguém, a fazer tudo por essa pessoa, a defendê-lo com unhas e dentes, pois uma pessoa que irá depender de você por toda a sua vida e então se descobre que para manter a salvo deste mundo contagioso (muita vezes) é necessário passar por cima de suas vontades, direcionar um melhor caminho, a ter uma base sólida de estudo, ditar regras de horários, o zelo passa a tomar lugar da compreensão e a responsabilidade o lugar da camaradagem, assim estes adultos percebem que nunca poderão ser amigos dos filhos, pelo menos não da maneira que os pequenos imaginam.

Alguns erros serão cometidos e todos poderão ser perdoados, afinal de contas, não existem “pais perfeitos”, assim como não existe pessoas perfeitas, não se culpe ou viva preso num passado sombrio, viva La vida.  E no final, olharão para os próprios pais agora avós de maneira diferente, com uma compreensão mista, um olhar que conhecerão muito bem seus filhos também um dia.

No próximo domingo é comemorado o dia dos pais, todos! Os ausentes e os presentes que um dia em seus sonhos perfeitos da infância tentaram dar o melhor por você e torná-lo uma pessoa melhor para o mundo. Parabéns papais.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s