Nossa Selva de Pedras

Imagem

por Robson Joaquim

Sabe aquele feriado prolongado em que bate a porta? Somado com o stress do dia a dia, você quer mesmo é poder relaxar e se divertir, descansar a cabeça nem que for por um final de semana que seja. Enfrentamos trânsitos caóticos todos os dias na cidade, não é um congestionamento de um feriado que irá atrapalhar, sem a preocupação de trabalhar no dia seguinte, e as possibilidades do que fazer no feriado preenchendo os pensamentos, logo que se vê, já estamos no sítio, na praia, em outra cidade, interior ou no exterior, qualquer que seja o lugar escolhido por você para relaxar.

Bastam algumas horas relaxando você sente que é outra pessoa, mas se você cair na bobagem de assistir à televisão, ouvir o rádio ou comentários de quem acabou de chegar, pode ser surpreendido pelos acontecimentos que permaneceram aqui na sua cidade, e ficamos chocados com as barbáries de seus acontecimentos, como exemplo uma obra pública que foi interrompida por desvios de verbas, aquele candidato que parecia honesto pego em subornos, arrastões ou assaltos cinematográficos, mas eu pergunto: Porque ficamos tão chocados? Oras, pois desacostumamos muito rapidamente quando estamos relaxando em um ambiente mais agradável, torna-se difícil acreditar que moramos ali na Selva de Pedras, o lugar que escolhemos para morar.

Mas se pensar bem, não se existe um lugar tranquilo hoje, você vê pessoas fazendo pequenos furtos, acidentes bobos de trânsitos, desrespeito com os clientes e por ai soma-se uma lista de irregularidades. O que vale mesmo é a paz interior, estar bem junto com os seus, praticar a liberdade e poder sorrir, rever os parentes e amigos distantes, a liberdade das crianças correndo para lá e para cá sem as paredes dos apartamentos onde cresceram.

E chegando à sua cidade qual desordem mais te incomoda? Carros na calçada? Camelôs nas ruas? Buracos no asfalto? Limpeza publica? Som alto até tarde da noite? Tem de ser possível mudar tudo isso. Sobreviver na Selva de Pedras depende de uma série de fatores e necessita da colaboração de todos, não fale mal dos vizinhos, não buzine a toa, pare antes da faixa, utilize das setas dos veículos, respeite o lugar na fila, aguarde sua vez, não atrase a vida dos outros, dê passagem aos mais apressadinhos, saia mais cedo de casa prevendo o trânsito, são essas pequenas coisas que podem fazer uma sociedade evoluir dentro de um contexto.

Em nossa Selva de Pedras, somos heróis e corajosos por estar dentro dela e mais ainda com a família completa, rasgamos estas estradas com horas dentro de ônibus ou metrô, aguentamos um ou outro selvagem reclamando das leis da natureza, nos divertimos, comemos, bebemos e dormimos, trabalhamos duro, sobrevivemos!

 

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s