O Jeitinho brasileiro de ser..

Jeitinho

por Robson Joaquim

Ser brasileiro é uma virtude, é deveras uma honra morar em um país tropical, alegre por suas cores, diversidades biológicas e com fartura de terras, água e vegetação. Terra do samba e da boemia, do futebol e do carnaval, uma mistura de raças e povos talvez o melhor de cada origem que dão forma a esse povo tão alegre e diferente de todos os demais lugares do mundo.

O brasileiro é também um povo sofrido, malhado pela governança deste país que há séculos tentam equilibrar este Brasil, e o povo tenta se virar como pode preso a um sistema de juros e impostos abusivos, vê boa parte de sua matéria prima ser exportados para outros países, ou seja, acabamos por ficar com os produtos de segunda linha (rejeitados por outros países que comercializam com o Brasil).

Além disso, regiões não privilegiadas pelo clima que sofrem com a seca como o nordeste e só agora nos últimos anos que o governo tem dado uma atenção especial, e observando em um modo geral o Brasil tem grandes falhas em suas fronteiras com a entrada ilegal de produtos piratas, armamentos, drogas e desmatamentos ilegais que são um dos principais fatores do aumento de violência nas grandes metrópoles.

Já o brasileiro é conhecido por querer levar vantagem sempre, dono do eu posso, eu quero, já que as leis do país não são respeitadas nem sempre pelos líderes, como vemos na mídia os desvios de dinheiros e abusos de leis e direitos. Como dizia Renato Russo em uma das suas letras “Ninguém respeita a Constituição, mas todos acreditam no futuro da nação”, meu professor de colégio dizia que toda família deveria ter em casa uma cópia da Constituição e uma Bíblia, para poder fazer seus direitos e ser um pessoa de bem, ter uma crença e seguir o caminho com dignidade.

Quantas vezes vemos pessoas em nossa frente jogar papéis no chão, pisar na grama, utilizar o elevador destinado a gestantes e idosos, estacionar em lugares proibidos? As leis todos conhecem, mas não seguem por que fingem ser uma linguagem técnica demais ou porque se aquela pessoa ignorou a lei e nada foi feito, eu também posso, e não é bem assim que deve ocorrer.

O Famoso jeitinho brasileiro, o suborno, furar fila, não dar preferência para os pedestres, e pedestre que não respeita o trânsito, não cobrar o direito de ser respeitado seu lugar na fila, continuaremos sempre na mesma e quando reclamar seus direitos não adianta gritar mesmo que tenha razão, isso só aumenta a confusão, é preciso ser educado se não, não funciona. Por quê? Brasileiro está acostumado a este método e não se conserta de uma hora para outra, é preciso fazer sua parte, colabore para que estes “jeitinhos” não entram em sua casa, aprecie suas conquistas por seus esforços e por seus méritos.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s