Qual o verdadeiro sentido da vida?

Vida

por Robson Joaquim

Olá..
No ultimo século, a politica mundial ocupou com louvor o lugar que era consagrado à religião em outros tempos e culturas, Não há quase ninguém que reflita a cerca de nossa história recente. Resolvi escrever este pequeno texto, pois para muitos basta acreditar que a política por si só resolverá todos os nossos problemas. Errado! Veja nos noticiários que o mundo está mais exigente, cobrando mais da política. E temos que vigiar sim, cobrar, acompanhar, mas somente isto não basta, é preciso ter uma vida, um diferencial.

É tão antiga como o louvor da filosofia, mas é tão necessária nas circunstâncias atuais como sempre foi. Eu ainda acrescento que podemos viver uma vida ética. Ao Fazê-la, passamos a integrar uma vasta tradição que atravessa culturas. E, além disso, descobriremos que viver uma ética não constitui um sacrifício pessoal, mas uma realização pessoal.

Alguns desistem de tudo, se entregam, minimizam sua vontade e capacidade de persistir nesta longa jornada, corroídos por crenças e mitos, desviam-se do verdadeiro sentido da vida. Buscar a paz interior, raciocinar, procurar ajuda neste mundo maluco? Não são as grandes crises dramáticas que requerem as nossas atenções: há inúmeras situações, numa escala mais reduzida que são tão horríveis e inevitáveis como as maiores.

Se conseguirmos alienar nossas preocupações imediatas e encarar o mundo como um todo e o nosso lugar nele, veremos que existe algo absurdo na ideia de que as pessoas têm dificuldade em encontrar por que viver. Afinal, há tanto que precisa ser feito. Talvez estejamos no inicio de uma nova era na qual não nos limitaremos a ficar sentados, sem sentir alguma contradição.

Tudo tem um sentido, um por que, uma história, a sua história você é o protagonista e pode fazer dela um best-seller, basta querer! Não sentir-se derrotado é um dos passos, reclamar porque tudo dará errado? Ora, Tomé! Acredite! Redesenhe sua vida a partir do ponto que está e verá uma vida maravilhosa, quais seus sonhos? Persiga-os!

O problema é que a maior parte das pessoas tem somente uma ideia vaguíssima do que poderá ser uma vida ética. Compreendem a ética como um sistema de regras que nos proíbe de fazer coisas. Não a entendem como base para pensar acerca do modo como havemos de viver. Essas pessoas levam vidas eminentemente centradas nos seus interesses, não por terem nascido egoístas, mas porque as alternativas parecem inaptas, embaraçosas ou simplesmente inúteis. Você concorda?

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s