Voluntários ou Anjos?

Imagem
por Robson Joaquim

Olá..
Na madrugada fria, os faróis da caminhoneta surgem na esquina e se aproxima, estaciona e três pessoas saem do carro e dirigem-se ao fundo da caminhoneta, em poucos segundos uma senhora caminha até um morador de rua, e entrega-lhe algo que o colega agradece, a mesma coisa se repete a outro morador de rua e seguida outro… Preciso ver o que é, também quero! Parece cheirar bem, não sei por que me lembro de alguém familiar agora… Não acredito é uma sopa e tem pão também, Muito Obrigado agradeço imensamente à senhora, que ao sentar no meu lugar para saborear a sopa, a rua voltou a ficar escura, a caminhoneta já tinha ido embora, tenho certeza de que eram anjos, pois aquele olhar silencioso, de uma gentileza ímpar, roupas limpas e me chamou de filho de Deus!

Todos os dias o Mundo é movimentado quase que timidamente por milhares de voluntários, pessoas que doam uma parte do seu tempo, uma habilidade, um conhecimento, um conselho a quem precisa, como no exemplo acima e não ganham nada por isso, é o prazer em ajudar a quem realmente necessite.

Muitos são de fato voluntários de verdade, não divulgam suas ações a ninguém, é um segredo entre Deus ele e o necessitado. Quem já foi voluntario algum dia, já participou de alguma ação sabe do que estou falando, sabe como o coração ganha proporção, como os olhos são lavados pelas lágrimas, tudo de ruim sai da nossa mente, brigas, raivas, criticas ao estado, nada importa neste momento, apenas o sorriso do agraciado, o muito obrigado timidamente falado, alguns nem tem palavras, não sabem o que dizer solta um “Oi” em plena madrugada.

Ser voluntário é algo sublime, divino. É como se alistar em um exército pronto para a guerra, mas a guerra da miséria, da fome, dos maus tratos, da prostituição, do abandono, e para alguns recém-voluntários participar deste momento é aprender também, aprender a dar valor no Papai, na Mamãe, na família, nas coisas conquistadas com tantos esforços, é não desperdiçar o alimento genericamente falando, mas também dividir com aqueles que necessitam.

Chico Xavier disse uma vez a um repórter de uma revista e gostei tanto da frase que acabei anotando na capa da agenda, “A caridade é um exercício espiritual… Quem pratica o bem, colocam em movimento as forças da alma.” De fato a maior Caridade é habilitar o pobre a ganhar sua vida.

O verdadeiro voluntariado é praticado em segredo, o melhor deles é aquele a quem a faz o ignora quem recebe, e quem recebe ignora a quem a faz. Já participei de algumas destas ações particularmente e outras com iniciativa das empresas que trabalhei, de qualquer forma é valido me agregou muito que levou a escrever esta crônica.

O Ser humano foi perfeitamente criado, a cada um foi dado um talento, uma experiência, uma habilidade, nenhum é igual ao outro, se viver em harmonia esses talentos podem se multiplicar, há pessoas que não souberam utilizar seus talentos, ou não tiveram oportunidades e se encontram nestas situações críticas, a eles devemos fazer nossa parte dividir um pouco, na esperança de que a fé ressuscite naquela alma e como um salto volte à vida. Solidariedade é enxergar no próximo às lágrimas nunca choradas e as angústias nunca verbalizadas. Faça a sua parte, divulgue divida suas experiências.

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário será uma honra!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s